BEACH TENNIS: A NOVA PAIXÃO DOS BRASILEIROS

Tudo começou em 1987 nas areias de Ravena, na Itália. Uma mistura do tênis tradicional, vôlei de praia e badminton, muito divertido e de fácil aprendizagem. Além de uma boa opção para melhorar o condicionamento físico e a saúde, o Beach Tennis alcançou vários países e todos os continentes e já conta com mais de 500 mil praticantes, de várias idades e diferentes sexos. 

Chegou ao Brasil em 2008 na região sudeste, especificamente no estado do Rio de Janeiro e se espalhou rapidamente pelo Brasil e hoje é praticado de norte a sul, independente de ser região de praia. Essa popularidade fez o Brasil ser a segunda maior força do mundo, ficando atrás do país criador da modalidade que é a Itália. 

Nem todas regiões têm praia, mas isso não é empecilho para quem quer iniciar ou continuar jogando. Para isso, existem as quadras cobertas que têm a vantagem de proporcionar aos praticantes a despreocupação com a variação de clima, com chuva, sol, frio e calor, sem contar a sensação de segurança que os praticantes e plateia tem. Uma possível desvantagem pode ser os valores para a praticar que podem ser mais altos, visto que o empresário tem um custo maior em construir uma quadra fechada e coberta.

Já a quadra aberta tem a vantagem de ser construída em vários locais como condomínios, clubes, parques, além da praia, porém, está exposta à variação de clima, que a depender do tempo pode acabar cancelando o evento. Escolher entre quadra aberta ou fechada é uma questão pessoal. O importante é se manter em movimento para melhorar a saúde física, mental, além de criar novas amizades.

Diferenças nas quadras e raquetes

Apesar de muitas semelhanças, o ambiente e os equipamentos apresentam diferenças importantes. As quadras têm a mesma medida que as voltadas para o vôlei de areia e pode ser usada a mesma rede – posicionada mais baixa, alcançando 1,7 m de altura. A bola de Beach Tennis é identificada pela cor laranja, ela é 50% mais lenta que as bolas de tênis convencionais e não é pressurizada. As bolas de tênis infantis estágio 2 (laranjas) possuem as mesmas características e também podem ser utilizadas para jogar Beach Tennis.

Já as raquetes de Beach Tennis são mais parecidas com as raquetes de Padel, pois não possuem cordas e podem ser confeccionadas em carbono, kevlar, grafite e fibra de vidro. Elas são preenchidas com espumas de EVA ou poliuretano para deixá-las mais sólidas e confortáveis. As furações na raquete servem para diminuir o atrito com o ar e dar mais velocidade, enquanto a textura serve para dar efeito na bola.

Acessórios para Beach Tennis

Existem acessórios próprios para Beach Tennis, tanto para as quadras quanto para garantir mais conforto e proteção durante a partida. Calçados e roupas apropriadas também são necessários, pois além de proteger elas proporcionam a liberdade necessária para que você faça suas jogadas.

Apesar de ser jogado na areia, isso não significa que o Beach Tennis é jogado apenas no verão. Pelo contrário, alguns jogadores preferem as temperaturas mais amenas, podendo optar por roupas que sejam mais adequadas para a estação mais fria do ano.

Para qualquer modalidade praticada é importante ter um suporte que vai além do que está sendo praticado. A musculação, por exemplo, é base para qualquer esporte. Se não gosta da musculação, procure um profissional de educação física, ele saberá conduzir o melhor treinamento contra resistência para fortalecer todo seu corpo, fazendo com que o rendimento melhore.

Os cuidados ao praticar o beach tennis são similares a qualquer modalidade. Cuidado com hidratação, material específico, protetor solar, ter alimentação saudável, estar bem fisicamente, estar atento aos sinais do corpo, não só para prevenção de lesão, mas também para não piorar uma já existente. A atividade física tem que ser um aliado para nossa saúde. Tenha sua modalidade preferida como um remédio natural, só não esqueça da dose correta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima