Uma salsicha demora 32 anos para sair do corpo? Saiba a verdade

E a pergunta que não quer calar: uma salsicha demora 32 anos pra sair do corpo? Não existe comprovação científica dessa informação.

Você pode comer de tudo, esse é meu lema. Mas se você quer emagrecer, ter saúde, ficar com a barriga retinha, embutidos em excesso podem te impedir disso!

Se eu te disser que usam restos de animais como fígado, língua, rim e/ou coração para a fabricação da salsicha, você comeria? Pois é disso mesmo que a salsicha é feita (depois da uma olhadinha no YouTube).

De acordo com estudo publicado na revista Nature Food, cada salsicha consumida pode reduzir a expectativa de vida de uma pessoa em 36 minutos. A salsicha além de não ter os ingredientes muito legais, é rica em nitrato e nitrito, conservantes que realçam o sabor e inibem a proliferação de bactérias (por isso os embutidos duram tanto tempo).

Estudos científicos mostram que a ingestão de nitrito e nitrato aumentam os riscos de glioma, câncer de bexiga, estômago e de tireoide.

A OMS considera a salsicha na mesma classificação do tabaco, amianto e fumaça de óleo diesel para risco de câncer, incrível né? Além do inchaço que pode causar em nosso corpo, cada salsicha possui incríveis 695mg de sódio. A recomendação diária da OMS é de 2000mg. Pra você ter uma ideia, dizem que a coca zero é cheia de sódio, ela tem apenas 48mg.

E além da salsicha, outros embutidos também entram nessa lista.

Lista de embutidos com potencial cancerígeno de acordo com INCA (Instituto Nacional do Câncer):

• Salsicha

• Presunto

• Linguiça

• Bacon

• Salame

• Mortadela

• Peito de peru

A verdade é que:

• É proibida? Não

• Boa fonte de proteína? Jamais

• Em excesso gera disbiose intestinal (lembra da disbiose?)

• Em excesso inflama seu corpo

• Pode comer? Pode

• Podes comer de tudo, mas não tudo!

• Se comer, reduza a exposição!

• Grave isso: tudo me é permitido, mas nem tudo me convém!

Não é um cachorro quente que vai atrapalhar sua vida, mas se você quer viver 32 anos pra descobrir a resposta, coma com equilíbrio. E aí, você ama ou odeia salsicha?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima